domingo, 22 de maio de 2016

lamento

[Para ouvir lendo.]

estou me sentindo fraca.
a chuva açoita a janela e eu
sinto como se minha alma fosse ficando pequenininha
você foge da minha vista e eu
não consigo deixar de me sentir insegura

estou em casa, mas sinto falta de um lar
eu não sou forte. você não vê?
não há nada que me ampare.
estou pequena, enrolada em mim mesma como uma criança chorando

eu estava lá, na calçada, andando, a cabeça erguida
o vento batia na minha cara
o frio cortante me dava algum senso de dignidade.
chegando no meu destino eu dei meia volta porque queria andar mais.
você não vê? às vezes eu só quero andar, andar, andar.

eu estou ficando louca? eu acho que eu estou ficando louca.
eu me sinto eufórica com um abraço e depois me despedaço
em mil quando não tenho as respostas que quero
estou tão decepcionada com o mundo
com as pessoas, comigo.

comigo. eu não poderia estar mais decepcionada comigo mesma.
você não vê? não consigo abraçar a mim mesma,
como vou poder ajudar quem quer que seja?
sigo cantando, de qualquer forma, minha voz ficando fraquinha.

não tenho ninguém pra abraçar.
eu mandei todos irem embora. eu preciso que vocês vão embora
porque é sempre assim, não é?
num determinado ponto vocês vão embora sem aviso e quando eu me dou conta
estou só.

0 comentários:

Postar um comentário