domingo, 14 de junho de 2015

Reconstruir

Fico refazendo teus traços na minha cabeça
Reconstruindo tua voz
Percorrendo tua pele
Memorizando
Revivendo
Nada parece me incomodar quando você está por perto.

Ouço tuas músicas.
Choro enterrando antigos pedaços mortos de um amor estranho.
Confundo-me.
Eu me perco em mim mesma e não consigo entender
De onde vêm minhas tristezas
Não sei para onde as palavras estão me levando.

Queria te perguntar algumas coisas
Mas ainda é muito cedo.
Tua voz me diz mil coisas
Eu te reconstruo pra me manter de pé.

0 comentários:

Postar um comentário