quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Nossas cores

amo seus olhos dormindo
a curva que eles fazem
um desenho bonito que não sei reproduzir

você dorme sem nenhum som
mas hoje você falou duas ou três palavras de manhãzinha
o sol já deixava a cama quente e eu queria tanto te abraçar!

saí de casa com dor no peito
porque queria costurar a porta e ficar lá dentro
costuraria tudo em azul, branco, cinza e verde, pra ficar mais friozinho

você levantaria, eu faria carinho na sua testa e começaríamos nosso amor
que faríamos por três dias e três noites, até os tecidos ficarem rosa, laranja e amarelo e vermelho
e eu desenharia você, meu eterno desafio
pra te gravar
pra te mostrar como você é lindo
e como eu me sinto com nossas cores.