quinta-feira, 24 de maio de 2012

E eu que achava que ia ter tempo pra tudo...

Agora que falei da história
e do que me deixa infeliz
pretendo vazar as cores
do que mais amo e quero perto.

Queria ter todos os meus amigos perto hoje.
Aqueles que realmente fazem bem.
Eles são legais e são inteligentes
mas melhor que isso, não disputam entre si.

Queria a risada das minhas meninas
queria um cachorrinho branco correndo às voltas com todos nós.
Queria uma cerveja e um amigo barbudo
aquele que leu todas as minhas provas e riu de muito do que falo.

Queria que os fins de semana fosse mais repletos dessa gente leve.
Queria sorver o céu azul e transformar em sorvete
(Não aquele que o Anselmo gosta que tem gosto de indústria,
mas o verdadeiro sabor do Céu Azul).

Queria os confeitos de chocolate e as casquinhas e os jogos de cartas.
Queria transitar de restaurante em restaurante
passar pela igreja e rir no parquinho
parar sentada na praia e rir de qualquer bobagem cibernética.

Queria muito aproveitar essas coisas
queria que essa gente nunca crescesse. Eles já cresceram o suficiente.
Queria eu poder parar de crescer. Estou ficando chata e ainda sou tão nova.
Mas dizem por aí que a gente é assim mesmo...

0 comentários:

Postar um comentário