sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Outra menina que dança

Quero saber dos teus sonhos,
das tuas vontades mais lindas.
Quero ler nesses olhos
um vislumbre do que é a vida.

A poesia escorre entre nós como relógio derretido
o tempo que ridicularizamos e desfazemos
só pra poder brincar
eu a menina, e eu danço.

0 comentários:

Postar um comentário