segunda-feira, 9 de maio de 2011

Entranhas

Chorando bêbado na rua
Cantando - "não me deixe agora*!"
Gritando para que o mundo saiba
que sua alma se quebrou e está nua.

Vou me virar do avesso.
Entranhas espalhadas pelo quarto.
Quem sabe assim aconteça alguma coisa.

Visceral. Intrínseco - vem do fundo.
Eu ouço as vozes
"E eu sei a verdade!", é só o que você diz.
Foda-se, você não sabe de nada.

Para em frente a um poste.
A luz jogada na cara dele;
as lágrimas jogadas de seus olhos
e ele todo jogado, correndo, caindo.

"E eu sei a verdade!",
e no entanto ela te faz beber tudo isso aí
tudo o que você encontra
e essa verdade te faz correr na rua
e cantar desafinado
e deixa tua alma toda nua.

E as minhas entranhas...


* Música "Don't leave me now", da banda Pink Floyd, em seu álbum intitulado "The Wall".

0 comentários:

Postar um comentário