terça-feira, 16 de novembro de 2010

do mundo em volta

Por vezes encho-me de todos
dos que estão à minha volta
e dos que estão às voltas comigo.

Canso-me de tanto interpretar
apreciaria ser mais que apenas interpretada
gostaria que gostassem do que vissem.

Querer, querer, querer.
O mesmo nunca poder,
e o sempre se foder.

Mas vá, são coisas da vida
estamos acostumados e o mundo pode ser bem pior
nossos quartos são bonitinhos, até.

E a fome não assola nossas portas.
Veja bem, nós ainda temos cozinhas
e alguma coisa pra fazer nelas.

Mas voltando à questão inicial
do negócio de estarmos sempre às voltas
dizem amigos meus que eu gosto disso

Sim, queridos, até vai
mas aonde chega minha disposição pra tanto?
Talve digam isso por nunca terem me visto chorar.

É, talvez só precisem me ver chorar.

0 comentários:

Postar um comentário